Translate

junho 05, 2017

Primeiro Dia de Aula


Olá perambulantes!
Como estão?

Hoje trago um Elixir.
Faz tempo que não posto neste marcador e embora seja um texto antigo, muitas vezes é bom relembrar.
Dizem que isto aconteceu na USP São Francisco, mas não há como confirmar...


Primeiro Dia de Aula

Primeiro dia de aula, o professor de 'Introdução ao Direito' entrou na sala e a primeira coisa que fez foi perguntar o nome a um aluno que estava sentado na primeira fila:
- Qual é o seu nome?
- Chamo-me Nelson, senhor.
- Saia de minha aula e não volte nunca mais! - gritou o desagradável professor.

Nelson estava desconcertado. Quando voltou a si, levantou-se rapidamente, recolheu suas coisas e saiu da sala.
Todos estavam assustados e indignados, porém ninguém falou nada.

- Agora sim! - vamos começar .
- Para que servem as leis? Perguntou o professor.
Seguiam assustados ainda os alunos, porém pouco a pouco começaram a responder à sua pergunta:
- Para que haja uma ordem em nossa sociedade.
- Não! - respondia o professor.
- Para cumpri-las.
- Não!
- Para que as pessoas erradas paguem por seus atos.
- Não!
- Será que ninguém sabe responder a esta pergunta?!
- Para que haja justiça - falou timidamente uma garota.
- Até que enfim! É isso, para que haja justiça. E agora, para que serve a justiça?

Todos começaram a ficar incomodados pela atitude tão grosseira. Porém, seguíamos respondendo:
- Para salvaguardar os direitos humanos...
- Bem, que mais? - perguntava o professor .
- Para diferenciar o certo do errado, para premiar a quem faz o bem...
- Ok, não está mal, porém respondam a esta pergunta:
"Agi corretamente ao expulsar Nelson da sala de aula?"
Todos ficaram calados, ninguém respondia.
- Quero uma resposta decidida e unânime!
- Não! - responderam todos a uma só voz.
- Poderia dizer-se que cometi uma injustiça?
- Sim!
- E por que ninguém fez nada a respeito? Para que queremos leis e regras se não dispomos da vontade necessária para praticá-las? Cada um de vocês tem a obrigação de reclamar quando presenciar uma injustiça. Todos! Não voltem a ficar calados, nunca mais! Vou buscar o Nelson, afinal, ele é o professor; eu sou aluno de outro período.

Aprenda:
Quando não defendemos nossos direitos, perdemos a dignidade
e a dignidade não se negocia.






No marcador Elixir há um agregado de remédios: humor, curiosidades, receitas... 
Para não se perder, leve este mapa!






Lojinha Poções de Arte
organizando o cantinho do café!
Clique na imagem para aparatar!




38 comentários:

Frida Lucia disse...

Nossa, Muito BOM!
É bem como penso e ajo, não me calo para as injustiças. Bom seria se mais pessoas fizessem a sua parte.

Bjos e uma boa semana!
Frida Lucia

✿ chica disse...

Gostei da lição e da moral dela! Linda semana! bjs, chica

Élys disse...

Uma lição dada com muita sabedoria. Gostei...
Um abraço.
Élys.

emanuel moura disse...

Boa tarde querida amiga um belíssimo momento que nos faz reflectir, agora falando pessoalmente querida amiga, por defender os meus direitos estou a pagar há seis meses a factura ,isto porque a justiça que eu acredito funciona mas tarda a fazer justiça ,peca pela demora ,e muitas vezes é essa demora que faz muitos como eu desistirem porque a vida não para ,desculpe pelo desabafo ,mas com certeza a dignidade não tem preço mas deixa marcas,beijinhos no coração felicidades

Adriana Helena disse...

Bruxinha linda, que espetáculo de texto querida!!
Por isso que estamos assim: ninguém clama ou grita por justiça, todos preferem se manter em silêncio e deixar a injustiça prevalecer!! Afinal no Direito, quem cala, consente!!

Lembrei-me da primeira aula de direito que tive na universidade há muitos anos atrás...o professor também pregou-nos uma peça. Ele deu a aula inaugural, mas colocou um de seus alunos veteranos para ministrar e, no primeiro dia, fingiu que aplicaria uma prova...rsrs Teve gente que quase chorou, inclusive eu...kkkkkkkkkk Os professores de Direito adoram fazer pegadinhas com seus alunos calouros... Algumas até assustadoras...rsrs

Amei vir aqui e ver uma coisa tão linda querida! Aí sim, o cantinho do café fica muito charmoso com tal mimo. A pintura na madeira foi você que fez também? Que arabesco incrível!!! Parabéns!!!
Seu blog é muito organizado querida agora estou compreendo melhor as gravuras e os temas!! Obrigada!!

Deixo desejos de uma semana maravilhosa!!
Beijinhos com carinho! :)))

Os olhares da Gracinha! disse...

Bela lição de moral!
Adoro o tabuleiro!!! Bj

CÉU disse...

Olá, Marcinha!

Estou bem, obrigada. E você?

Segui o k indicaste e fui parar a dezembro de 2011 com o Mapa Maroto, que tem uma série de temas interessantes, mas o ELIXIR, não pode ser só aplicável na Idade Média, não. Traz ele para a Contemporânea, tal como as "Travessuras e Gostosuras" (rs).

Já conhecia o texto sobre Regras e Justiça, k é bem interessante. O professor agiu, sabiamente. É preciso protestar, qdo algo ou alguém nada faz em prol do outro e de si mesmo.

E sua arte continua se mostrando, por aqui. Parabéns. A bandeja está apetitosa.

Beijos e boa semana.

Fátima Oliveira disse...

Antigamente eu até ficaria quieta, indignada, mas quieta, mas hoje em dia, não, aprendi a não me calar diante dessas coisas.
Adorei a bandeja de café, ainda vou ter o meu cantinho, com cafeteira e tudo mais, afinal sou viciada num cafezinho.
Beijos.

Elvira Carvalho disse...

Um texto muito bom que gostaria de ter. Será que não se importaria de mo passar?
O tabuleiro ficou lindo demais. Parabéns.
Um abraço

As Mulheres 4estacoes disse...

Ótimo texto, não conhecia. Nos dá oportunidade de várias reflexões.
Abraços

Maria Glória disse...

Não conhecia o texto e achei ótimo! E bem oportuno para estes tempos, no Brasil.
Marcinha, a banana-da-terra é ótima para pratos salgados, para cozinhar ou fritar. Ela é bem firme. Gostamos muito aqui em casa.
Já fiz um purê com ela, para acompanhar um pintado (peixe), está na fila para uma postagem.
Um beijo querida e ótima semana.

Ateliê Tribo de Judá disse...

Bruxa querida,
belíssima peça extremamente funcional para os amantes de café, igual a mim que não consigo viver sem essa porção mágica que deram o nome de CAFÉ!
beijos
Joelma

Maria Claudia disse...

Olá querida Márcia, vim agradecer pelo comentário lá no meu cantinho virtual. Ainda não me acostumei acordar cedo e como você disse, cada organismo se adapta melhor num horário. E o meu é acordar 9:00 horas, levantar pelas 9:30 e só ir dormir por volta de meia noite,rrssss. Seus conselhos me valem muito. Obrigada.
E amo seus trabalhos. Ficou linda a bandeja.
Adorei sua visita lá no meu blog. Demoro a fazer postagens, mas sempre venho visitar os blogs amigos.
Tudo de bom querida,bjsssss

Luli Ap. disse...

Olááááááá bruxinha Márcia, sua linda!
Não conhecia o texto e fiquei assim tipo o que??????? Caramba!!
Não é que é para refletir e considerar quantas vezes talvez não tenhamos nos comportado em algum momento como os alunos no primeiro dia de aula?
Talvez pela inexperiência da vida, talvez até mesmo por acreditar que é melhor não se envolver ...
Mas nãoooooooo! A justiça deve estar sempre em primeiro lugar, para que não haja prejuízo em detrimento de alguns, para que não seja usada de maneira errada e inoportuna por outros e principalmente pelo princípio de igualdade entre todos.
Pelo menos é o que deveria ser então penso que sim devemos todos fazer a nossa parte, assim no final das contas todos juntos será um "tantão"!
Maravilhoso texto, inspirador <3

E siiiiiiiiiiiim que cute mais fofurosa a bandeja de café <33333
Vc é muito talentosa e criativa demaisssssss sô!
parabéns!

Bjs Luli
Café com Leitura na Rede

Ana Bailune disse...

Per-fei-to! aplaudindo de pé aqui!

Sandra Oliveira disse...

Muito bem Márcia :)
Gostei :)
Estamos sempre aprender ;)
Beijinhos

Maria Glória disse...

Oi Marcinha!
Pois é, gosto muito do estilo rústico, até na cozinha, me agrada muito.
Alho é caso de amor ou ódio e mesmo assado, alho é alho, não tem jeito. Aqui em casa nós gostamos. Sabia que estas batatinhas acabaram em uma das postagens mais acessadas do meu blog? E os que gostam de copiar conteúdo alheio, já copiaram tanto as fotos e sem dar os créditos, como se fosse produção deles. Acho muito chato!
Tenho certeza que vai concluir o projeto, como deseja. Aproveitei e dei uma visitinha na lojinha, achei um mimo muito gracioso a casinha de passarinho em estilo provençal. Muito capricho, é notável, Márcia! Vi que você tem um aviso para não copiar do seu blog e achei espetacular. Você pode me ensinar como fazer? Se for algo personalizado para o seu blog, entendo que é único e seu, então, desconsidere o meu pedido, desculpe.
Retribuindo o abraço esmagador e, igualmente, uma tarde feliz. Beijocas.

Cláudia disse...

Já conhecia a história mas não me canso de a ler. É tão verdadeira.
Mas hoje em dia há tanta gente a ouvir e calar =/

Beijocas

Denise disse...

Oi, amiga!
Bela e verdadeira reflexão! Amei a bandeja para o cantinho do café, super charmosa!
Amiga, tem publicação nova e estou falando do seu blog. Afinal, sempre aprendo algo de bom aqui!
Voltando ao trabalho artesanal!
Bjs e ótimo final de semana!
http://dedeartes-denise.blogspot.com

lenalima disse...

Uma bela lição e exemplo a se seguir.
linda a bandeja para um bom cafézinho! bjss

Nequéren Reis disse...

Que maximo arrasou, obrigado pela visita.
Blog: https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
Canal: https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

Cantinho da Gaiata disse...

Uma boa lição, eu cá não sou de me calar, muito menos com injustiças.
Bjs

CÉU disse...

Olá, Marcinha!

Aqui tudo satisfatório e espero k aí, tb.

Pois é! Eu sou mto curiosa e qdo me dão um dedo, eu pego logo na mão toda (rs).

Beijos e bom final de semana.

CÉU disse...

NÃO PRECISA PUBLICAR: no dia 14 começo minhas mini férias e depois dia 10-07, começam as remodelações aqui em casa. Porei aviso no blog. Só devo voltar à blogosfera em setembro. Beijinhos, minina!

Nal Pontes disse...

E mais ou menos assim. Mais ou menos não. Assim funciona. E por isso muitas pessoas vivem a margem da sociedade e passam fome. Porque não temos um governo justo. Que bom que todas as revindicações justas fossem ouvidas. Bom final de.semana pra ti querida

Isa Sá disse...

Está aí uma verdade...a dignidade não se negoceia mesmo!

Isabel Sá
Brilhos da Moda

Maria Rodrigues disse...

Uma grande lição, adorei.
Bom fim de semana
Beijinhos
Maria de
Divagar Sobre Tudo um Pouco

Prata da casa disse...

Muito bom este texto, ótimo para ser usado nas aulas de Cidadania que temos por cá.
Bjn
Márcia

Helena disse...

Márcia, minha linda Bruxinha, primeiramente para agradecer pelo carinho e atenção nos votos que me foram formulados.
Gostei muito do texto de hoje e achei genial esta aula de introdução. Deve ter sido um momento marcante na vida dos alunos.
Minha linda, estou dando uma pausa no meu espaço, nem sei se vai dar para voltar, mas quero desejar que a tua vida seja sempre iluminada de amor, estrelas e sorrisos, e que possas caminhar por onde os teus sonhos te mandarem, buscando realizar todos os projetos abrigados na tua alma.
Meu carinho num beijo do meu para o teu coração,
Leninha

Raquel disse...

Essa história está muito boa para despertar mentalidades! :)

Graça Pires disse...

Muito boa a lição. Direi, mesmo, excelente.
Uma boa semana.
Um beijo.

Iris Barbas disse...

Oi Bruxa!

Boa lição! Fiquei satifeita com o final dela!
Com certeza, o café terá outro sabor ao ser servido nesta lindíssima bandeja! Parabéns pela bela obra!

Abraços, Iris

Lia disse...

Ótimo texto, se adaptado bom exemplo para ensinar crianças na iniciação a cidadania!! Bjus e obrigada por compartilhar!!

Arte & Emoções disse...

Bela e oportuna lição. Gostei!

Abraços e uma ótima semana para ti e para os teus.

Furtado

Maria Glória disse...

Oi Marcinha!
Fui dar uma espiadinha na lojinha e vim para dizer que achei o cachepot uma graça, que amor as rosinhas! Quanto capricho no teu trabalho, parabéns!
Beijinhos querida.

handmade by amalia disse...

Great makes. The first day of class is always exciting.
Amalia
xo

Tiane disse...

Oi Bruxinha!!! Muito bom este elixir! Eu tinha lido há muito tempo! Sempre é bom recordar!
Tudo bem por aí? Como foi a chuva, muito forte?
Por aqui tivemos uma bela trégua, com sol e vento. Parece que domingo chove novamente mas não é para ser forte.
Além das alterações climáticas, estamos nos preparando para a Remada de Inverno que acontecerá na semana que vem. Por isso, ando meio fora do ar.
Mas consegui um tempinho para vir te desejar um excelente final de semana!
Tô com saudades de ti!
Bjinho!

Elisabete disse...

É bem verdade! Um texto sábio.
Gostei do seu tabuleiro para o café.
Bjs