Translate

outubro 19, 2016

Projeto 52 Semanas: #37, #38 e #39


Som alto, ouvir alguém falando alto... é algo que me incomoda bastante.
Acho que muitos perderam o hábito de ouvir, principalmente nas cidades grandes, e precisam estar cercados o tempo todo por muito barulho. 
É muito desagradável estar andando na rua e ouvir uma vizinha "conversando" com a outra em altos brados na janela, assim como estar numa sala de espera, ônibus, metrô e ser obrigado a ouvir os berros das pessoas por celular ou rádio.
Meu pai me disse certa vez que quando não ouvimos, falamos alto e é uma coisa que está se tornando recorrente a cada dia.

Abordo este assunto porque foi um dos que escolhi para fazer parte do Projeto Fotográfico 52 Semanas do blog Solzinha Artes, aberto a todos que quiserem participar, bastando clicar na imagem abaixo:



# 37 - O que, de melhor,

o mundo virtual te trouxe/traz?

Conhecimento, interação



Gosto de usar a internet para pesquisar, obter conhecimento, postar e tudo isso acaba contribuindo para interação, pois nestas pesquisas, encontro pessoas de mesmos gostos e desenvolvo amizades.
 Através da internet descobri sites, redes de relacionamento, pessoas, locais, cursos... Reencontrei amigos de infância, fiz novos amigos e
comecei a  desenvolver um hobby como a pintura.
Amo muito tudo isso!

Esta foto é no ateliê Invent Arte, em Curitiba. Conheci o Gedinelson (grande artista e maravilhosa pessoa) através do extinto Fotolog Terra. Marquei uma aula com a Helena, que também conheci no fotolog e lá fomos nós rumo à Curitiba,
pintar e fazer amizade!



          


# 38 - Desculpe, mas eu acho brega:
Falar muito alto



Sei que algumas pessoas falam alto normalmente, mas eu acho extremamente brega.
Andar na rua ou estar num coletivo ouvindo estas pessoas berrarem umas com as outras ou no celular, é irritante e incomoda, ainda mais quando falam de suas particularidades...
Sinistro!

Foto com participação especial do marido e colegas de trabalho.
Obrigada Nilma e Thais, adorei!


          


# 39 - Minhas melhores qualidades:

Compaixão pelos animais



Não sei se usaria a palavra no plural (qualidades).
Sou do tipo que encontro mais defeitos que qualidades em mim, mas ao pensar em algo que posso ter de bom, acredito ser a compaixão pelos animais.
Não consigo ficar imune ao seu sofrimento e dor e gostaria de ter a capacidade de conscientizar o mundo a respeito disto – posse responsável, amor, cuidados...,
afinal, são criaturas de Deus.

Este é o Huguinho.
Estava quase morrendo com cinomose, há cinco semanas.
Mas o Dono da Vida tem outros planos pra ele e agora espera um lar de amor.
História aqui no face.


          


Este projeto tem temas interessantes e proporciona auto-conhecimento.
Todas as minhas participações, desde o início, estão neste link.


          


Lojinha Poções de Arte
decorando com cubos!
Clique na imagem para aparatar!




37 comentários:

Prata da casa disse...

Querida Márcia: também detesto quando falam alto de mais. Acho deselegante. Não é à toa que escrever mensagens com maiúsculas significa "berrar", o que é considerado de má educação.Muita gente não sabe essa simples regra da net, sei que não é por mal, mas precisam saber isso.No mundo real é realmente insuportável termos que levar com as "conversas" de quem fala ao telemóvel sem se importar com quem possa estar a incomodar.
Bjn
márcia

Joana D'arc disse...

Oi!!!
Eu também não gosto de muito barulho e principalmente de pessoas que gritam ao invés de falar. É falta de educação :(
Bjo

Alessandra Santos disse...

Olá!
Bruxinha linda!
Que saudades...
Além da correria do dia a dia, meu pc me abandonou por alguns dias, kkkk, e hj ele retornou, uffaaa...
Nossa preciso colocar em dia essa BC kkkk
Adorei os temas...nossa eu fico abismada como as pessoas falam alto...e é em qualquer lugar, qualquer situação e tal, affff
Tbém fico super incomodada com isso!
E vc tem muitas qualidades amiga!
Vc é uma pessoa do bem! Sempre amiga não só com os animais!
Vc é linda por dentro e por fora!
E como estão as coisas por aí?
Espero que tudo bem.
Davizinho cada dia maior e mais sapeca, kkkk, mas, um amor de garoto, graças à Deus!
Amanhã tem post do Desafio Literário!
Um super bjo!

Alê - Bordados e Crochê
Facebook
Twitter
Instagram

Michelle Hernandez disse...

Bruxa,
O tal falar alto me incomoda e muito.Pego o ônibus de manhã,com uns 15 adolescentes parecendo que estão na feira.E tenho um par de vizinhas campeãs mundial do grito,tem dia que sei até o cardápio.
No inverno fecho as janelas,e fico na santa paz,mas no verão sofro.
Besitos e tenha um nom restinho de semana

Adriana Helena disse...

Nossa, falou o que estava na minha mente há dias Márcia: as pessoas não sabem mais ouvir, apenas falar!
E o pior é que ainda falam aos gritos, com a voz empostada, como se fossem pessoas desesperadas tentando passar algum conteúdo a alguém... E o final é uma confusão total!! Ninguém compreende nada...
Por isso que a vida está tão complicada: ouvir é fundamental e a serenidade está em falta...

Muito legal o seu post como todos os demais!
Aqui encontramos calor humano!
Maravilhosa semana querida!
Beijos!

jandiras disse...

Bruxinha !!!
Que bom revela no meu cantinho Fantasia , espero ver vc mais vezes por lá ...
É bom conhecer pessoal que sentimos bem em estar juntos virtualmente e fora , ainda mais conhecendo depois .É bem legal !!!
Beijokas

Suzi Gomes disse...

Que legal querida, principalmente a compaixão pelos animais.
Falar alto eu tbm acho super feio viu, aqui em casa o povo tem essa mania, eu acho que traumatizei kkk eu falo tão baixo que tenho que focar repetindo o que falei ai ai kk bjs

Denise disse...

Oi, amiga!
Que bom conhecer um pouquinho mais de você! E vou concordar: pessoas que falam alto demais, com todo respeito, tornam-se bem desagradáveis! Atormentam a cabeça da gente! E gente que fala demais também!
Amei a decoração com cubos, super charmosa!
Bjs e ótimo restinho de semana!
http://dedeartes-denise.blogspot.com

emanuel moura disse...

Muito bom conhecer um pouco mais de você ,desejo-lhe muitas felicidades,beijinhos no coração

Blog Mulher Fashioon Oficcial disse...

amiga se sabe q e mesmo viu as pessoas gritam no celular acho que esquecem que estão na rua a gente ate assusta adorei esta escrita serve para nos podermos nos vigiar bjus amada

Pathy Guarnieri disse...

Que lindo o Huguinho! Também sou apaixonada por animais e não suporto qualquer maltrato.
E apesar de eu falar alto (sem perceber) também não curto quem fale alto kkkkkkkkk.

Beijo!

Os olhares da Gracinha! disse...

Conhecê-la um pouco mas agrada-me sempre!
Eu detesto lugares barulhentos e gente que atropela uma conversa!
HOME ...adore! bj

Simone Felic disse...

Olá Bruxinha
É lamentável falar alto, mas tenho de confessar que quando fico irritada,]sai uns berros por aqui kkkkk, mas em contrapartida tenho uma característica muito legal que é saber ouvir.
Bjs

http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

Thelma Priscilla Domingues disse...

|Certos comportamentos nos irrita mesmo
mas o que fazer né em certas situações
adorei o projeto
bjs

Isa Sá disse...

Também não gosto de estar no meio de gente que fala aos berros...

Isabel Sá
Brilhos da Moda

ONG ALERTA disse...

Eu estou em uma fase da vida que barulho demais também me incomoda, mas hoje as pessoas berram também para chamar atenção !!!
Bjbj Lisette.

Nequéren Reis disse...

Postagem maravilhosa, bom final de semana, obrigado pela visita.
Blog:https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

Estilosa Morena disse...

Som alto me incomoda muito também,sofri tanto com alguns vizinhos que colocavam músicas alta o dia todo,a noite e tinha madrugada que era a mesma coisa.Mas graças a Deus mudaram e estou em paz rarara
Adorei o projeto.

Clau disse...

Oi Márcia :)
Ótimas suas participações!
Também não suporto ouvir alguém falando alto,
ruídos altos, de qualquer espécie me incomodam e muito.
E quanto ao mundo virtual, se soubermos lapidar, ele traz coisas excelentes,
as amizades que fazemos é a melhor parte!
E que linda qualidade ter compaixão pelos animais.
O mundo precisa de mais pessoas assim.
Desejo um maravilhoso final de semana \o/
Beijos!

Isa Sá disse...

A passar por cá para desejar um bom fim de semana!

Isabel Sá
Brilhos da Moda

Fátima Oliveira disse...

Oi Bruxinha, quanta saudades... mas tô quase voltando, sou meio de fases e essa última, nem me fale...
Adorei a postagem, pois fala um pouco do que você é, sua compaixão pelos animais, é algo que acho que se mais pessoas tivessem, pouparia muito sofrimentos à tantos animais, também não gosto de muito barulho, principalmente de som muito alto de certos carros, e somos obrigados a ouvir as músicas que eles gostam na altura que eles impõem, e isso é ter educação, respeitar o outro, não incomodar.
Grande beijo.

Cristina Barbas disse...

Pra mim, o pior de tudo é a música alta, no celular ou em carros na rua... Não entendo que não utilizam fones de ouvido... Ninguém é obrigado a ter o mesmo gosto musical, não é mesmo? Hehehe
Bela postagem!

Abraços, Cris

Sofia disse...

Realmente há pessoas que falam num tom exagerado!
Belo projecto fotográfico, belas fotos!
Beijinhos*

CÉU disse...

Mais uma aparatando aqui, ah, mas não vale tapar o rosto, não. Na outra fotografia, você tem um ar tão dócil e carinhoso!

Também não gosto de falar alto na rua nem em casa e tb não gosto de ouvir gente berrando.

Beijos e dias felizes, Márcia!

Presépio no Canal disse...

Obrigada pela visita e comentário ao meu cantinho! :-)
Também gosto muito de animais, especialmente de gatos. Tive um gato lindo, de olhos azuis, que partiu há 3 anos, devido a problemas renais. Era um ser extraordinário, de uma grande doçura e meiguice.
Tudo de bom para si!

Encantada Blog disse...

Ah somos muito parecidas então, eu não tenho tolerância quase nenhuma para locais barulhentos, adoro o silencio. Depois que montei o escritório em casa fiquei mais isolada e isso contribuiu mais ainda para eu me irritar mais facilmente com barulhos.
As vezes me acho chata mas é meu jeito, fazer o que.
Esse seu carinho incrovel com as pessoas e com os animais é tão contagiante, espalhando o bem sempre.
Ótima semana querida.
Bjo

lua singular disse...

Oi bruxinha,
Não falo alto e não gosto de estardalhaço, pois ouço demais e dói meus ouvidos.
Lecionei 35 anos e trabalhei nas escolas para os pequeninos e a diretora um dia me perguntou: como seus alunos aprendem se fala tão baixo, respondi:eles têm que se aquietar do contrário não aprenderão. Antes de fazer o concurso para dar aulas fiz para trabalhar no prédio da prefeitura por 4 anos no setor de águas, e a cada três meses era aquela loucura, era gente pobre gritando e xingando que não tinha gasto tanta água e o meu chefe mandava eu resolver.
A única vez que perdi o controle foi quando um cearense( gente brava)chegou gritando feito um louco, ninguém teve coragem de atender. Fui, o homem gritou tanto comigo dizendo que nós erramos, ele não havia gastado tanta água.
Lá fui eu, aí todos foram ver o espetáculo, ele desnorteado pegou a conta e bateu no meu rosto e gritou: paga você a conta.
Menina, o diabo entrou no meu corpo, usava vestido e saltos altos, nisso coloquei as duas mãos no balcão e pulei do outro lado,peguei a conta com muita fúria bati no meu rosto e lhe disse: ninguém bate no meu rosto, pois mulher que leva um tapa na cara e se aquieta para mim não vale nadada e, continuava gritando: vou falar com o prefeito, faça isso, por favor.
Passado alguns minutos estava na minha mesa, meu chefe tão bonzinho, ficou vermelho e me disse: o assessor do Prefeito quer falar com você. Fui atendê-lo, quando o vi eu o reconheci e disse bem baixinho: Você é o assessor do prefeito.kkk, você não presta seu mulherengo, safado, sem vergonha. E o que falo para o prefeito? Diga a ele que daqui a 2 anos tem eleição.
Se o cearense fosse educado eu teria dado aquele jeitinho brasileiro.Além de ter que arrumar o seu vazamento que era dentro do seu terreno, pagou com um desconto parcelas a perder de vista. Eu fui entregar lhe disse: Não tenho de medo você. Se fosse educado, talvez......
Agora paga ou fica sem água.
Beijos
Lua Singular

piteis da dinha disse...

Oi Márcia!
Eu moro n/condomínio que fica entre 2 estradas de alta rotatividade e por conta disso o barulho é intenso e meus vizinhos falam muito alto , horrível. Acho que p/falar a verdade eu também devo falar, melhor fazer uma pesquisa né? kkk
Assim como vc, eu também sou apaixonada por animais e se pudesse teria um abrigo lindo p/todos os abandonados.
Bjssss amiga e uma semana de muito sucesso e abençoada p/vcs

Elisabete disse...

Também detesto que falem alto ou gritem.
Gostei de ler os seus outros apontamentos.
Um dia feliz.

Graça Pires disse...

Gosto muito do silêncio. Gostei do que li aqui.
Uma boa semana.
Beijos.

Samuel Balbinot disse...

Boa noite querida Márcia.. eu que sou fã do silencio tenho de conviver com o oposto por uma eletrica perto aqui que coloca som e meu irmao que fala alto pacas srs abraços meus e feliz sempre querida amiga

Teresa Isabel Silva disse...

Adorei o projeto!

Bjxxx
Ontem é só Memória | Facebook | Instagram

A Casa Madeira disse...

Oi Márcia abordas-te um tema que acho de muita relevância;
Realmente som alto, voz alta; na realidade acho isso um grande desrespeito.
Ate pq ninguém é obrigado a escutar musica quando não está afim. E ainda
mais musica ruim; e ainda atrapalha no trabalho, nos estudos etc.
Por aqui dá multa nos transportes coletivos.
O problema é que tem mais gente querendo aparecer de qualquer geito;
e aí que entra o desrespeito com os outros.
Percebo por aqui que mesmo aplicando multas em vários ambientes as pessoas
não respeitam umas as outras, as vezes é bem difícil o convívio com pessoas que só pensam em si mesmas.

Sobre a questão do lixo e reciclagem, pensei que por aí o sistema não estivesse tão atrasado assim. Fiquei surpresa. Há tanta coisa ainda a ser feito.
Na realidade nem sei para que serve a política k; quando souber me avisa k.
Abraços
janicce.

Nal Pontes disse...

Oi Marcia tudo bem voltei viu? Agora espero vc nos meus cantinhos para conhecer meus netinhos que já estão com seis meses. Estava ausente por está sem internet.
Mudei recentemente e só fazem 06 meses mas tudo o que mais quero é mudar, sair correndo e se possível ontem. rsrsrss. pois o meu vizinho que fica no térreo bem abaixo do meu apartamento está desafiando o condomínio inteiro ele liga o carro com o som no último volume imagina das 9hs da manhã até as 22:00 e nesse último sábado por um dos moradores reclamar ele aumentou tudo o que podia e foi até meia noite e 45minutos. Chamaram a policia pois ele mesmo mandou infelizmente a policia não veio. Quando foi no dia seguinte ele ligou das 11hs da manhã até a 19:00hs e o pior é um Senhor de quase 80anos. ele vive ameaçando o pessoal e diz que não tem nada a perder é matar ou morrer. Dá para viver com isso, ouvir musicas repetidas de modo a rachar seu craneo. Tranco tudo e o apt chega a estremecer. É assim infelizmente respeito não tem nenhum respeito nem por ele mesmo. Eu ainda consigo dá bom dia a ele e pergunto se está tudo bem com ele. Está chegando o final de semana e já fico pensando, como vai ser. Deus tenha misericórdia. Bjs querida te espero lá nos meus cantinhos. bjs

Avelã disse...

Também acho irritante ouvir as pessoas a falar alto... É em todo o lado, mas o pior é quando estamos em ambientes fechados: restaurantes, transportes públicos, cafés, salas de espera...
Não sejas modesta, pelo que vejo por aqui tens imensos talentos e qualidades! Essa vale por mais do que uma :)

Nal Pontes disse...

Oi linda vi seu recadinho li e reli suas boas palavras de encorajamento e esperanca.Tudo o que mais tenho é paciência o que nao tem sido facil. Na casa somos duas eu e minha filha que também esta sofrendo. Sei que na vida somos provados. Antes de comprar apartamento eu ja orava pelos vizinhos nao sabia nem onde seria. Quando decidi por esse ele foi o primeiro vizinho que conheci e gostei dele e de sua esposa dai passei a orar especificamente por eles e ainda por todos moradores que ainda vao comprar pois é tudo novo. Eu nunca deixei de orar agora ainda mais todos os dias nem reclamar a ele nao fiz. É como vc disse algum problema ele está passando e esta mesmo. O pouco que conversei com ele da pra ver a tristeza que foi a vida dele e que ele é escravo do passado. Sei que não foi por acaso que vim morar aqui. Creio sim no poder da oração e é o que vou continuar fazendo ainda mais depois de suas palavras que renova as nossas forças. Ainda que isso pare tenho que mudar novamente pois preciso morar com minha mãe q não pode mais ficar so e onde moro tem escada. Mas espero sair ja vitoriosa. Obrigada amiga pelas boas palavras.

Ana Freire disse...

A confusão também sempre me desnorteia... adoro lugares e ambientes, bem calmos!
E o desafio superadíssimo, uma vez mais! Suas imagens não poderiam traduzir melhor, suas afirmações, Márcia!
Beijinhos
Ana