Translate

agosto 11, 2015

Alexandre, o Grande

Busto de Alexandre conhecido como Azara Herm. Cópia romana em mármore do original de Lisipo, de 330 a.C. (museu do Louvre). Segundo Plutarco, as esculturas de Lisipo representavam fielmente o famoso conquistador macedônio.






O Legado

Encontrando-se às portas da morte, Alexandre Magno convocou os seus 
generais e comunicou-lhes os seus três últimos desejos: 

1) Que seu ataúde fosse levado aos ombros
e transportado pelos melhores médicos do reino;

2) Que os tesouros que tinha conquistado (prata, ouro e pedras preciosas) fossem espalhados pelo caminho até a sua tumba;

3) Que suas mãos ficassem balançando no ar,
fora do ataúde, e à vista de todos. 

Um dos generais, assombrado com tão insólitos desejos, perguntou a Alexandre: 
- Porque razão pretende que assim se faça? 

Alexandre explicou: 

1) Quero que meus iminentes médicos carreguem o meu ataúde para que percebam que perante a morte não têm o poder de curar;

2) Quero que o solo seja coberto por meus tesouros para que todos possam ver que os bens materiais
aqui conquistados aqui permanecem;

3) Quero que minhas mãos se balancem ao vento para que as pessoas possam ver que viemos
com as mãos vazias e com as mãos vazias partimos.

O tempo é o presente mais valioso que temos porque é limitado. 
Podemos ganhar mais dinheiro, mas não mais tempo.

Nosso tempo é nossa vida.

Quando dedicamos tempo a uma pessoa, estamos oferecendo uma porção de nossa vida que nunca poderemos recuperar.

E o melhor presente que podemos oferecer a alguém
é o nosso tempo!






Alexandre III da Macedônia, dito o Grande ou Magno foi um príncipe e rei da Macedônia - o mais célebre conquistador do mundo antigo.
Em sua juventude, teve como preceptor o filósofo Aristóteles. Tornou-se rei aos vinte anos, na sequência do assassinato do seu pai.

O Legado é uma dessas mensagens que rola na internet e que tenho guardada há muito tempo (quando me foi enviada por e-mail), mas não encontrei nenhuma fonte confiável que a atribua a Alexandre. Porém, são palavras valiosas que merecem ser compartilhadas.

Essa postagem e outras mensagens estão no marcador Essências (corredor à direita desta caverna):






Obrigada por todo o carinho com as Lembrancinhas Lucas.
No sábado o conheci e o segurei por um tempão - é um bebê lindo, pequenininho (parece um pacotinho de presente) e muito amado.



36 comentários:

Andrea Bitencourt disse...

Olá Márcia!!!
Independente se realmente foi ele ou não quem disse, é uma grande lição de vida! Afinal de contas, não deixamos nada de material por aqui, né? Apenas estamos de passagem para um aprendizado terreno!
Beijos mil e ótimo dia pra ti! =)

Andréia Pereira disse...

Sem dúvidas são palavras importantes! Linda postagem!

Lilasesazuis Gata disse...

Sendo de Alexandre ou não, adorei!!

Muita sabedoria nas palavras...muita.

beijinhos, querida, tenha um dia bem alegre,

Lígia e =^.^=

✿ chica disse...

Lindo texto, interessante e válido guardaste entre tuas ESSÊNCIAS! bjs, lindo dia! chica

Sileni Machado disse...

Oi Márcia, acho incrível a história de Alexandre e já assisti o filme várias vezes, embora acho o filme bem mais fantasioso do que a própria história, mas que ele é o Alexandre, o Grande, não há como negar!
Adorei lê-la! Adorei também as lembrancinhas do Lucas, ficaram lindas, a mamãe Andréa deve ter amado! Lindo trabalho!

Bjs e uma ótima semana! =)
Vivendo e Aprendendo
Fotos e Prosas

Alessandra Santos disse...

Olá!
Boa tarde Bruxinha linda!
Tudo bem?
Oh que gostosura um bebezinho!!!!! Aproveita muito, pq eles crescem muito rápido, rsrsrs...
Adorei o texto, ótima para reflexão! Pois muitas vezes investimos muito tempo em algo que nada vale!
Linda semana!
Um super bjo!

Alê - Bordados e Crochê
Fã Page

Juni disse...

Ou Bruxinha, eu adoro essa mensagem e pra mim, ela é a mais pura verdade da vida e morte humana.
Beijos, tenha uma excelente semana.

Tiane disse...

Não sei nada sobre Alexandre mas sempre achei que tivesse sido cruel e meio louco. Devo estar confundindo "as bolas", pois estas declarações não combinam nada com um monarca cruel. Adorei as palavras do Legado, seja quem for o autor! Boa semana!

Maria Rosa Sonhos disse...

E põe valiosas nisso! São ecos de vida nos chamando à realidade. Adorei. Beijo! Renata

Dorli Ramos disse...

Oi querida,
Adorei a postagem, estudei há muito tempo, já nem me lembrava mais.
Beijos no coração
Dorli Ramos

piteis da dinha disse...

Bem que eu desconfiava que o Alexandre "o grande", era maior ainda do que eu já imaginava!
Legado maravilhoso, seja a mensagem dele ou não.
Bjsss amiga

emanuel moura disse...

Lindo momento muito enriquecedor ,beijinhos felicidades

Ana Bailune disse...

Por isso ele foi chamado de "O Grande!"
adorei ler.

Rosangela Ribeiro disse...

Oi Marcia, puxa que interessante, ja assisti várias vezes o filme de Alexandre o Grande, porém nunca pensado em saber mais sobre quem era... A explicação dele sobre seus ultimos desejos é muito sabia mesmo... pra se pensar né... beijoss

ANALAICE disse...

Adorei sua postagem,sempre bom aprender...Bjs

Lindalva disse...

Boa noite Bruxinha. Teu voto na final do 10º Pena de Ouro foi validado. Beijos da Sereia em teu ♥. E como vim só validar teu voto prometo depois voltar com calma para tomar um cafezinho e bater um papão *risos* E dia 16 retorne ao Salão Pérolas para a festa de encerramento ok?

ONG ALERTA disse...

Adorei bj Lisette.

Sandra Oliveira disse...

Uma bela mensagem Bruxa :)
Beijinhos grandes :D

Simone Felic disse...

Que história para nós refletirmos bruxinha, ele tinha toda razão , nosso tempo aqui
temos que aproveitar ao máximo.
beijinhos

http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

Loiva Aprendiz disse...

Olá Marcia!
Obrigada pela sua visita seja sempre bem-vinda ao meu cantinho, portas sempre abertas.
Adorei o que vi por aqui e ja estou Te seguindo...
Bjks Loiva

Loiva Aprendiz disse...

Já vi que adora PSP, faço parte do Grupo PSP Brasil, lá aprendemos coisas maravilhosas...
Bjks Loiva

Bell disse...

Deixamos legados e esse remeterá as lembranças que vão ter de nós.

bjokas =)

Rosa Carioca disse...

Gostei do texto!

P.A. Santos disse...

E o Alexandre era um moço bonito, hein!
:)
E que grande lição que podemos tirar dessas palavras. O dinheiro não é tudo.
:)
Beijinhos!

Silvana Maria disse...

Palavras fortes, uma excelente mensagem..

www.studiocriativoarteemeva.blogspot.com

adelaide rodrigues disse...

Oi bruxinha,que história heimmm...
eu não conhecia essa história e gostei, é a mais pura verdade, nõs não levamos nada daqui quando partimos, por isso temos que aproveitar e curtir ao maximo as amizades que fizemos nessa vida...
Bjus...

Jussara Silva disse...

Um homem com sabedoria, e essas palavras dele valem para qualquer época.
Um bom resto de semana! Bjs.

Janaína Santos disse...

Gostei muito, bela mensagem.
Beijos
Jana Makes Esmaltes e Cia

Nina Dias disse...

É uma mensagem realista e somos o que somos e levamos somente isto!
bjs amiga
Nina

Lilian Lima disse...

Bruxinha,além de ser uma mensagem bonita, nos faz refletir que as vezes perdemos tempo com bobagem,quando devemos e aproveitar melhor o nosso tempo.
Bjs

Crocheteando...momentos! disse...

Amiga...uma bela lição de vida!!!
Adorei a sua escolha!!! Bj

Estela Vidal Ribeiro disse...

Grande verdade! O tempo é o nosso bem mais precioso bem. Por isso é preciso ter sabedoria para decidir onde gastá-lo, para não perdê-lo.
Beijo!

Detalhes e Artes Andreza Silva Souza disse...

Bom dia, Bruxa querida!
Antes de tudo, quero agradecer o seu carinho e a sua atenção para comigo no meu blog, em especial pelas suas palavras na postagem do Dia dos pais, foi um carinho muito gostoso de receber!
Eu simplesmente adorei ler a sua postagem, achei a mensagem incrível, pois, apesar de sabermos que quando morremos, o que levamos são mãos vazias e mesmo assim, vivemos uma vida querendo acumular riquezas materiais.

Obrigada por compartilhar esta linda mensagem conosco,

Beijo grande, ou melhor, beijo esmagador! ;D

handmade by amalia disse...

A handsome guy :-)
Amalia
xo

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, seu belo texto informativo é perfeito, gostei de o ler a aprender.
AG

Pérola disse...

É sempre bom não perder a noção da realidade.

Beijinhos