Translate

agosto 31, 2018

Projeto - Giggio


Olá perambulantes!

Chegamos à última sexta-feira de Agosto.
Dia de 1 Projeto por mês, que objetiva incentivar a realização de algo que queremos mas vamos protelando.
E este mês, o Projeto caiu em cima de mim na segunda quinzena de Agosto - era algo que protelava por medo, embora eu quisesse realizar há muito tempo...
Voem comigo!



Vocês sabem que cuido de vários peludos de rua há algum tempo.
Este cãozinho é um deles. O batizei de Giggio.


Giggio está nas ruas, assim como o Huguinho, há mais de um ano.
Porém, não deixo de cuidá-los duas vezes por dia, todos os dias.


Faça calor ou frio, chuva ou sol, pela manhã e à noite, cuido deles.
Toda vez que vou embora, meu coração fica apertado,
pois sei que dormirão no asfalto ou calçada
e estarão sujeitos a todas as situações vividas por animais de rua.


Dia 18 de manhã, ao ir ao encontro do Giggio, o encontrei com a patinha esquerda bem machucada, deixando aparente até os tendões...
Algumas crianças disseram que ele foi atropelado e arrastado.
Não podia deixá-lo para trás!
Assim que abri a porta do carro, Giggio entrou e se aninhou no chão.

Foi um dia corrido entre evento e veterinária.
Ele foi sedado, costurado e medicado.
Com o alívio da dor, conseguiu até ficar em cima do banco.


Só no início da noite voltamos para casa.
Enquanto arrumava um cantinho no chão do quarto,
ele quis aproveitar a caminha com travesseiro!

Essa cena me emociona:
Do asfalto gelado para uma caminha com travesseiro!


No dia seguinte, o colocamos para explorar seu novo lar.
Sim! Giggio não volta mais para as ruas!!!

Protelei por muito tempo por medo de juntá-lo à minha pequena matilha.
Mas agora, já comecei o trabalho de socialização e sei que é questão de alguns dias para tudo estar na paz de Deus na Caverna Real!


Giggio corria o risco de ter a patinha amputada,
mas no dia 24/08 essa hipótese foi descartada (graças a Deus!!!).
Aproveitando a anestesia para os cuidados com a patinha,
ele já foi castrado.

Hoje, dia 31/08, irá novamente à veterinária
para a continuação dos cuidados necessários.

Abandono e maus-tratos é passado na vida deste Peludo!!!


Nem sempre uma situação ruim é algo para se lamentar.
Muitas vezes os receios e medos, nos faz ficar acomodados esperando o momento ideal.
Aí, quando algo acontece e sobra apenas uma alternativa - AGIR -, percebemos que somos capazes de mudar a situação e realizar o que queríamos!




Saiba o que é e como participar clicando no banner.

Esses são os participantes desta etapa:
♥ Lícia com Móbiles;
♥ Eliane com Boneca.