Translate

abril 19, 2017

Momento Leitura - Guerreiros do Futebol

Momento de Março/2017



Olá perambulantes!

Como foram de Páscoa? Inventaram receitinhas, decoraram a casa, brincaram com as crianças?
Eu passei com a família. Na sexta, curti a família do marido e no domingo a minha. Foi muito bom!!!

Hoje trago mais um livro concluído, obedecendo a minha meta que não pode ser menos que doze no ano.
Também participo do desafio proposto no grupo Skoob:
Para saber como funciona, basta clicar na imagem e aparatar!
No grupo Skoob, o tema de Março era: Livros de Até 100 Páginas.
Peguei um que marido ganhou:



Guerreiros do Futebol
Autor: João Luiz do Couto
Editora: Scortecci
Ano: 2008
Páginas: 40

Sinopse:
A exemplo do Menino Bom de Bola, mais uma vez João Luiz do Couto nos agracia com uma obra deliciosa. Transforma uma simples partida de futebol entre garotos de dois bairros, em uma história carregada de emoções e sentimentos, onde o personagem principal JB, nos faz acreditar que nos momentos mais difíceis devemos buscar dentro de nós, forças para vencer qualquer obstáculo. São nestes momentos que surgem os verdadeiros líderes.

Opinião Bruxal:
É interessante refletir que um simples joguinho de futebol em tardes de sábado ou em manhãs de domingo, pode ter o valor de uma final de copa do mundo, onde garotos de dois bairros se confrontam em disputas decisivas. As únicas armas com que podem contar são seus corpos, seus amigos, sua lealdade e principalmente o espírito guerreiro.

JB, o principal personagem da história, após passar um sábado onde tudo deu errado, resolve convocar seus amigos para uma revanche no domingo seguinte. O que ele não esperava era a ausência dos dois principais jogadores do time da vila. Assim, assume seu verdadeiro papel de líder e conduz seus combatentes em uma batalha onde vencerá quem for verdadeiro guerreiro.

Esse é um daqueles livros fofos e "purinhos" que conseguimos perceber a simplicidade nas pequenas coisas, tão valorizada pelas crianças e que se perde quando nos tornamos adultos.
O autor, um professor de Educação Física apaixonado por literatura, consegue passar valores e atitudes coerentes para uma convivência saudável.

Palavras como pisa, miroró, acocorado, murundu... nos leva à uma vida simples de outra época...
A missa era o "evento" da semana, não sobrando muito mais a se fazer no domingo, além de olhar para as estrelas - coisa que fazia JB viajar (contando, montando times com a constelação e sonhando...).

Me deu vontade de conhecer as outras obras do autor: Um Menino Bom de Bola e O Destino de um Craque.

Super indico para meninos em formação (e por que não, também meninas?).


"Depois da missa voltaram para casa. Sem grandes novidades, o dia passou sem que percebesse. Veio a noite, que chegou com suas estrelas e cantos característicos dos moradores da beira do brejo,  vizinhos do campinho. Após jantarem, ficaram sentados na porta da rua
olhando o céu com milhões de estrelas.
Nunca saberia na realidade quantas estrelas havia no céu. Todos os dias começava a contar, mas antes  mesmo de chegar a cem, se perdia e começava de novo. Muitas vezes ia tão bem, mas então aparecia  uma nuvem, vinda não sei de onde, e apagava as estrelas."








Lojinha Poções de Arte
teve muitas fofurices de Páscoa.
Clique na imagem para aparatar!